Main Ad

ENFIM, CASADOS! - Parque do Rio Branco foi cenário escolhido para celebrar a união de mais de 250 casais

Casamento coletivo foi promovido pela Prefeitura de Boa Vista e Defensoria Pública do Estado de Roraima


Enfim, casados! O principal cartão-postal de Roraima, o Parque do Rio Branco, foi cenário para o “sim” de centenas de casais apaixonados, nesta sexta-feira, 10. Promovida pela Prefeitura de Boa Vista e Defensoria Pública do Estado de Roraima (DPE), a 2a edição do casamento coletivo na capital oficializou a união de 252 casais.

Para eternizar o momento do matrimônio, a prefeitura disponibilizou a estrutura do evento com tendas, som, cenários decorados para recepção, além de cobertura jornalística e fotográfica. De acordo com o prefeito Arthur Henrique, a cerimônia é um momento único, e nada melhor que oferecer todo o suporte que os casais merecem.

“Essa oportunidade é para que os casais se unam em uma cerimônia bonita e preparada com muito carinho. Queremos garantir um momento que vai ficar marcado no coração deles e das famílias. Estamos às margens do Rio Branco que volta a tomar forma, com bastante água. Tenho certeza que vamos abençoar a vida desses casais”, disse.


Celebrando o amor

Todos os casais são brasileiros e desejaram regularizar a situação civil, mas que não possuem recursos financeiros para custear o casamento. O autônomo Wygor Matheus oficializou a união de seis anos com a cabeleireira Thalia Veloso e, segundo ele, celebrar o casamento sempre foi o sonho do casal.

“Hoje estamos oficializando nossa união e realizando um sonho que sempre tivemos juntos. Estou muito nervoso e ansioso, mas, ao mesmo tempo, muito feliz por ter a oportunidade de casar com a mulher da minha vida, com o meu amor. Estou com um misto de sentimentos e ela está linda”, contou.

Casamento coletivo

Além da prefeitura e Defensoria Pública, são parceiros do evento, a Vara Itinerante do Tribunal de Justiça de Roraima (TJ-RR), cartórios do 1º e 2º Ofícios, Loureiro e Daniel Aquino, responsáveis pela celebração e formalização do casamento. Os casais foram selecionados mediante edital lançado em março deste ano.

Na 1a. edição do “Enfim, casados!”, o projeto oficializou a união de 203 casais. Ao término de mais uma cerimônia, a ação de cidadania contabiliza a celebração da união de 455 casais que esperaram por esse momento. A defensora pública, Elceni Diogo, relata que se trata de um projeto humanizado e acolhedor.

“Temos a preocupação de tornar esse momento muito especial e único para que realmente marque e impacte a vida desses casais. É uma oportunidade única porque são pessoas que desejam casar, porém, a falta de recurso financeiro é um empecilho e nós não podemos permitir que isso aconteça”, destacou.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem