Main Ad

Prefeitura entrega equipamentos de cozinha industrial para cooperativas de Boa Vista

 


A Prefeitura de Boa Vista continua investindo na agricultura familiar e agora fez a entrega dos reinvestimentos do Plano Municipal de Desenvolvimento do Agronegócio (PMDA) nas cooperativas do município, atendidas pela Secretaria Municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas (SMAAI).

Na Cooperativa Agropecuária Nova Amazônia (Coopana), localizada na região do Murupu foram entregues: 1 balança eletrônica; 1 batedeira planetária; 2 freezers/conservador; 2 despolpadeiras; 2 fogões industriais; 1 forno industrial; 1 liquidificador; 1 bebedouro; 1 seladora para líquidos e 1 seladora de pedal.

Já na Cooperativa da Agricultura Familiar do PA Nova Amazônia 1 - COOPNOVA (vicinal 6 - região do Truaru), foram entregues: 1 aplicador de filme; 1 amassadeira espiral; 1 batedeira planetária; 1 freezer/ conservador; 1 liquidificador; 1 fogão industrial; 1 forno elétrico; 1 ralador de milho; 1 seladora de pedal; 1 seladora à vácuo e 1 expositor/refrigerador.

De acordo com o secretário municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas, Guilherme Adjuto, o PMDA é um tríplice acordo de cooperação entre Prefeitura, agricultor e cooperativa da agricultura familiar.

“Ao retirar os insumos junto a SMAAI, o agricultor recebe um prazo estendido para plantar, colher e comercializar seus produtos, com a obrigação de quitar os custos do seu contrato junto a prefeitura. Após a data de quitação das parcelas os recursos que retornam para o tesouro do município são computados e as cooperativas passam a ter direito a 30% dessa receita para investir em equipamentos, utensílios e implementos, conforme edital do programa, que serão incorporados em seu patrimônio”, explicou o secretário.

A COOPANA atualmente conta com 120 sócios e por meio dela, os cooperados produzem melancia, melão, milho, macaxeira e hortifrutis. Sem falar de alguns produtores da agricultura familiar, que já estão entrando na área de soja e o milho em grão.

“A prefeitura continua fazendo um trabalho excelente por meio do PMDA, que ajuda muito a agricultura familiar. As mulheres cooperadas decidiram comprar esses equipamentos. Elas estão muito felizes porque vai atendê-las no preparo de bolos, polpas e doces, que poderão ser entregues aos programas sociais. E isso faz toda a diferença na renda de cada uma delas”, afirmou o presidente da COOPANA, Elizoneto Cardoso.

Para a produtora rural Rosilene dos Santos, que faz parte da COOPANA, é um sonho que está sendo realizado em receber cada equipamento que irão ajudá-las na produção de alimentos.

“Depois de 20 anos, estamos vendo esse sonho acontecer e tenho certeza que vai melhorar bastante a nossa produção. Para nós, é uma maravilha e só temos a agradecer a prefeitura que se empenha de trazer algo para o campo e levarmos para a cidade. Estamos muito ansiosas para trabalhar”, ressaltou.

Já a COOPNOVA completou 4 anos nesse mês de abril e está com 65 cooperados. Ela já tem sede própria, onde boa parte dos recursos vieram por meio do PMDA e já conseguiu construir até a cozinha industrial, faltando apenas a parte elétrica ser finalizada.

“Estamos recebendo todo o equipamento que é necessário para trabalharmos com os cooperados. Quem alavancou a agricultura familiar foi a Prefeitura de Boa Vista, porque ela é quem financia o calcário, o adubo e ainda dá uma carência para o produtor pagar os insumos. Ele tem um desconto de 50%, que retorna de novo para a cooperativa com maquinários e outros benefícios que vêm ajudar o agricultor”, explicou o presidente da COOPNOVA, Francisco Teixeira Lima.

A produtora rural Assélia Araújo faz parte da cooperativa e fica feliz em ver que tudo que tido sido prometido aos agricultores está sendo cumprido. “Nosso forte na região é o Polo da Batata-Doce e o Projeto de pimenta Tay Tay, mas também produzimos feijão e milho. Com esses novos equipamentos, vai ficar mais fácil para vendermos os produtos já embalados”, frisou a produtora.

SOBRE O PMDA – Lançado em 2018, o PMDA oferece às famílias diversos benefícios e facilidades diante da alta no preço de insumos. Com ele, pequenos produtores têm a possibilidade de obter 50% de desconto na compra de insumos, até a data de vencimento, levando em consideração que no mercado privado, esse pagamento teria que ser à vista.

Desde a sua criação, o PMDA já atendeu quase 1 mil famílias e foram investidos mais de R$ 28 milhões de reais em insumos, máquinas e implementos no município, viabilizando 2.934 hectares de lavouras diversas, somente na área rural.

Só em 2022, o PMDA investiu mais de R$ 6 milhões, atendendo 339 famílias em mais de 700 hectares plantados com insumos que vão desde o calcário, fertilizantes e sementes. Já em 2023, já foram mais de R$ 747 mil investidos.




Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem