Main Ad

MODERNIDADE NO CAMPO - Iluminação de LED chega a comunidades indígenas de Boa Vista

Vista Nova e Vista Alegre foram as primeiras a receberem este moderno sistema de iluminação pública


Duas comunidades indígenas de Boa Vista, Vista Nova e Vista Alegre, localizadas na região do baixo São Marcos, foram as primeiras a receberem o sistema de iluminação LED ainda em 2022. É a prefeitura modernizando a iluminação pública nas áreas rurais da capital. Ao todo, 131 lâmpadas a vapor foram substituídas por luminárias de LED.

Na Vista Nova foram 38 lâmpadas substituídas e na Vista Alegre foram 93, incluindo os das vicinais. O serviço foi executado pela Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente, as ruas antes com pouca luz, ganharam uma nova cara. A transformação no local, permite não só melhor visibilidade para motoristas e pedestres, como também traz uma sensação de segurança para os moradores, que esperavam ansiosos pela mudança.

Quem ganha com essa troca, não são apenas as pessoas que vivem na comunidade, mas também o meio ambiente. A diferença entre as lâmpadas convencionais e as de LED vão além da cor. Por conterem mercúrio na sua composição, as luminárias tradicionais são altamente poluentes. Já as de tecnologia LED reduzem a emissão de gases que poluem o ar. Além disso, são mais duradouras e trazem economia na conta de luz.


Boa Vista já está quase 80% abastecida com lâmpadas de LED

Enquanto as equipes atuam na área rural, os serviços avançam na área urbana. Atualmente, O Parque de Iluminação Pública de Boa Vista conta com 57.685 pontos, destes 44.467 já são em LED, o que corresponde a mais de 77% da cidade.

“Estamos empenhados em ampliar a iluminação de LED na capital e nas comunidades indígenas. Em breve alcançaremos 100% da cidade com essa iluminação mais moderna e econômica, pois gera menos gastos públicos e ainda garante o controle ambiental”, afirmou o secretário de Meio Ambiente, Thiago Amorim.

Tecnologia Diodo Emissor de Luz (Light-Emiting Diode - LED) - Lâmpadas com este componente eletrônico consomem menos energia que as antigas (vapor de sódio – luz amarela). A luminária antiga de 70 whats consome mais energia elétrica e possui menor claridade, já as de LED com 50 whats, tem a claridade/luminosidade como se fosse uma de 100 whats (vapor de sódio), com um consumo bem menor e uma melhor eficiência na iluminação das vias.

Sua durabilidade pode chegar a 60.000 horas para as de LED e 10.000 horas para as de vapor do sódio, tendo sua durabilidade em até 6 vezes a mais que a convencional.

BAIRROS 100% LED: Alvorada/ Bela Vista/ Buritis/ Calungá / Cidade Satélite/ Dr Sílvio Botelho /Dr Silvio Leite / Equatorial / Jardim das Copaíbas/ Jardim Floresta/ Jardim Tropical/ João de Barro/ Jóquei Clube/ Monte Das Oliveiras/ Olímpico/ Operário/ Pintolandia/ Profº Araceli Souto Maior/ Raiar Do Sol/ Santa Luzia / São Pedro/ Trinta e Um de Março/ União/ Santa Tereza/ Psicultura/ Jardim Primavera/ Nova Canaã/ Caranã/ São Bento/ Nova Cidade/ Pedra Pintada/ Nova Esperança/ Said Salomão/ Pricumã/ Cambara (98%)/ Cauamé (95%) / Asa Branca (94%)/ Caimbé (93%).

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem