Main Ad

Prefeito cassado de Alto Alegre é alvo de operação contra lavagem de dinheiro

A investigação, que foi acompanhada pelo Ministério Público e o Poder Judiciário, teve como ponto de partida movimentações suspeitas durante a gestão do ex-prefeito, Pedro Henrique (foto: Arquivo Pessoal)

O ex-prefeito do município de Alto Alegre, Pedro Henrique Machado (PSD), cassado por compra de votos, foi alvo da operação Plýsimo que investiga um esquema de lavagem de dinheiro em Roraima por meio de um aumento significativo no faturamento de combustível. Agentes da Polícia Civil do estado cumpriram um mandado de busca e apreensão na casa dele na manhã desta quinta-feira (11).

A investigação, que foi acompanhada pelo Ministério Público e o Poder Judiciário, teve como ponto de partida movimentações suspeitas durante a gestão do ex-prefeito, Pedro Henrique. O faturamento atingiu a marca de R$ 2 milhões nos meses de janeiro e fevereiro deste ano.

Ao todo, foram cumpridos 14 mandados de busca e apreensão nos municípios de Alto Alegre, Mucajaí, Boa Vista e no estado de São Paulo. A casa do ex-prefeito, estabelecimentos comerciais e a própria Prefeitura de Alto Alegre foram alvos da ação.

A ação conjunta envolveu policiais de várias unidades da Polícia Civil, coordenada pela Delegacia de Alto Alegre. Segundo o delegado titular do município, Wesley Costa de Oliveira, as investigações surgiram após denúncias efetuadas que passaram a ser checadas.

“A gente pode dizer que o consumo de 2 milhões reais de combustível no município de Alto Alegre nos meses de janeiro e fevereiro deste ano é muito atípico daquilo que seja normal. Então, já temos um forte indício de que possa ter havido corrupção na prefeitura de Alto Alegre, na gestão ainda do ex-prefeito", ressaltou o delegado.

FONTE: g1 RR

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem