Main Ad

Polícia Federal indicia sete suspeitos por tentativa de destruição de helicóptero do Ibama

Segundo investigação, empresário com pelo menos 10 passagens pela polícia é suspeito de financiar ataque - Foto: Divulgação/PF

A Polícia Federal concluiu este mês a investigação relacionada à destruição de um veículo do Ibama no dia 7 de setembro de 2021. No dia 12 de setembro, os mesmos suspeitos teriam invadido a Superintendência da PF em Roraima e tentado atear fogo em um helicóptero do Ibama, utilizada na repressão de crimes ambientais.

Sete suspeitos foram indiciados por envolvimento direto nos ataques. Eles podem responder por crimes cujas as penas, somadas, podem ultrapassar os 9 anos de prisão.

Além destes, a PF também identificou outros seis suspeitos que teriam incitado a prática de crimes. Neste caso, os suspeitos não foram indiciados por se tratar de um crime de menor potencial ofensivo.

Os ataques teriam sido idealizados e apoiados em um grupo de aplicativo de mensagens com mais de 100 integrantes. Entre os integrantes havia um empresário com pelo menos outras 10 passagens pela polícia, suspeito de financiar os atentados.


Motivo do ataque

Ainda conforme a Polícia Federal, os atentados teriam ocorrido em retaliação às ações de combate ao garimpo ilegal na Terra Indígena Yanomami que ocorreram entre 26 de agosto e 7 de setembro daquele ano.

Fonte: RR em Tempo

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem