Main Ad

Advogado foragido do Amazonas é preso em Boa Vista

L. G. S. L. N., de 36 anos, conhecido como “Doutor da Lei”, por crimes de estelionato, lesão corporal e apropriação indébita. – Foto: Ascom/PCRR


Uma ação da PCRR (Polícia Civil de Roraima), coordenada pela equipe do 5º DP (Distrito Policial), com apoio do DPJC (Departamento de Polícia Judiciária da Capital), resultou no cumprimento do mandado de prisão do advogado L. G. S. L. N., de 36 anos, conhecido como “Doutor da Lei”, por crimes de estelionato, lesão corporal e apropriação indébita. A prisão dele ocorreu em um hotel, localizado no bairro Cauamé, na Zona Oeste da Capital, Boa Vista.

A equipe da DIP (Delegacia Especializada de Polícia) da Polícia Civil de Tefé (a 523 quilômetros de Manaus), fez contato com a Polícia Civil de Roraima e pediu apoio para localizar e prender o advogado, pois as investigações naquele Estado apontavam que ele estaria em Boa Vista.

Após as diligências, os agentes localizaram o advogado no final da manhã de ontem, dia 06. Ele não esboçou reação e foi apresentado na Polinter (Delegacia de Polícia Interestadual), onde teve sua prisão formalizada. Na manhã desta quinta-feira, dia 07, o advogado foi apresentado na Audiência de Custódia. A prisão dele foi comunicada à Polícia Civil amazonense.

O caso

O acusado, de acordo com a delegada Nathalia Thayse Oliveira, da DIP de Tefé, passou a ser investigado após o recebimento de diversas denúncias, informando que ele atuava como advogado e, após assumir o caso, entrava em contato com as vítimas cobrando valores exorbitantes e desproporcionais por seus serviços, na ocasião, ele se apropriava dos valores.

“Durante as diligências, foi constatado que ele solicitava um valor financeiro e se apropriava dos veículos das vítimas, utilizando o argumento de que seria para ‘agilizar’ o processo jurídico. Nós verificamos que, em alguns casos, quando havia a recusa do cliente na hora de efetuar o pagamento, o autor passava a ameaçar as vítimas, chegando até mesmo a utilizar a violência”, disse a delegada.

Ainda conforme a delegada, o advogado estava foragido do município de Tefé e no decorrer das investigações, foi possível identificar que ele estava residindo em Boa Vista.

“Com apoio da Polícia Civil de Roraima, identificamos que estaria localizado em um hotel de Boa vista, onde foi realizada a sua prisão”, disse.

Fonte: Polícia Civil - RR

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem