Main Ad

Após ser afastada pela Justiça por suspeita de fraudes, secretária de Saúde volta ao cargo



A secretária de Saúde, Cecília Smith Lorenzon, afastada do cargo pela Justiça Federal voltou ao comando da pasta por decisão do governador de Roraima, Antonio Denarium (PP). Ela estava proibida de ter acesso à secretaria após ser alvo de buscas e apreensão durante a operação Higeia, deflagrada pela Polícia Federal para investigar a suspeita de fraudes para cirurgias ortopédicas no estado.

O decreto do governador foi publicado no Diário Oficial de Roraima (DOE) nesta sexta-feira (16). Cecília estava afastada do cargo desde o dia 2 de fevereiro.

De acordo com o decreto, uma decisão proferida pela desembargadora Solange Salgado da Silva, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região autorizou o retorno da secretária ao cargo. Durante este período, a pasta estava sob o comando de Edson Castro.

Além disso, o decreto do governador também revoga a proibição de acesso à sede da secretaria. Em nota, o governo de Roraima informou que continua alinhado e atendendo todas as demandas feitas pelos órgãos fiscalizadores, independente do servidor ou pasta envolvida em investigação, "demonstrando claramente a forma transparente de conduzir seus atos e zelar pelo bem público".

Na manhã do dia 2 de fevereiro, além da casa de Cecília, policiais federais também cumpriram mandados de buscas e apreensão na sede da Secretaria de Saúde (Sesau) e no Hospital Geral de Roraima, o maior do estado. Cecília Lorenzon está no cargo de secretária desde fevereiro de 2022 - há dois anos.

Cecília Lorenzon também estava proibida de contratar, ser nomeada ou continuar no exercício de cargos comissionados, efetivos e/ou políticos, e de licitar com o poder público em todas as esferas.

Fonte: g1 Roraima

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem