Main Ad

Ministro do Trabalho defende jornada semanal com quatro dias

'Passou da hora' de o Brasil discutir esse assunto, disse Luiz Marinho no Senado


O ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho (PT), declarou nesta segunda-feira (9) em uma audiência no Senado Federal que “passou da hora” de o Brasil adotar a jornada de trabalho de quatro dias na semana.

Na avaliação do petista, o assunto poderia ser discutido e implementado em território nacional sem que haja redução de salários e sem causar prejuízos à economia e ao desenvolvimento do país.

“Eu acredito que passou da hora de discutir. Não tratei disso com o presidente Lula. É a minha opinião, não do governo. Mas tenho certeza de que o presidente Lula não iria bloquear um debate, em que a sociedade reivindique que o Congresso analise a possibilidade de redução da jornada de trabalho”, afirmou Marinho.

Segundo ele, esse tema só poderia vir a se concretizar no Brasil caso não houvesse redução salarial de nenhum trabalhador. “Eu acho que a economia brasileira suportaria”, opinou ele. A fala foi proferida durante sessão presencial na Comissão de Direitos Humanos.

Fonte: Conexão Política

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem