Main Ad

Trio é preso por realizar travessia ilegal de sete migrantes na fronteira com a Guiana

Homens presos por transporte ilegal de migrantes, em Boa Vista. — Foto: PMRR/Divulgação


Três homens, um de 40 e dois de 26 anos, foram presos pela Polícia Militar suspeito de promover a entrada ilegal de sete migrantes, entre eles uma criança, no Brasil pela fronteira com a Guiana. O caso aconteceu na noite dessa quarta-feira (23) no município de Bonfim, região ao Norte de Roraima, que faz fronteira com o país vizinho.

Os suspeitos foram presos por volta das 19h, na BR-401. Os policiais realizavam patrulhamento em um bloqueio policial quando avistaram um veículo.

Ao se aproximar do bloqueio, o veículo dos suspeitos realizou um retorno na contramão da rodovia e fugiu em "alta velocidade", sendo acompanhado pelo policiais militares e uma equipe da Guarda Civil Municipal de Fronteira.

O veículo entrou em uma área urbana e, inicialmente, ignorou a ordem de parada policial. Em seguida, o veículo parou em uma área de mata, os ocupantes desembarcaram e fugiram a pé.

No local foram encontrados mais dois veículos e uma aglomeração de pessoas, que também fugiram em seguida. Na tentativa de localizá-los, a PM entrou na área de mata e encontrou os três homens.

Questionado sobre terem fugido, um dos homens de 26 anos, informou que eles estavam transportando seis imigrantes cubanos e um outro de nacionalidade guianense. O trio receberia R$ 100 por pessoa para transportá-los da cidade de Lethen, na Guiana, para Boa Vista.

O homem informou ainda que realizava rotineiramente o transporte ilegal de passageiros. Já os outros dois suspeitos relataram que aguardavam os passageiros no porto do Rio Tacutu para seguirem a viagem à Boa Vista.

Durante a abordagem, os migrantes, com idades entre 63 e 3 anos, saíram da mata e se apresentaram à Polícia Militar. O trio foi preso em flagrante e os migrantes foram levados para o posto da Polícia Federal em Bonfim.

Fonte: G1

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem