Main Ad

AGRICULTURA FAMILIAR - Prefeitura libera 400 toneladas de insumos do PMDA para 172 agricultores de Boa Vista




Desde o início do mês de maio, a Prefeitura de Boa Vista vem liberando insumos do Plano Municipal de Desenvolvimento do Agronegócio (PMDA) para a safra de inverno 2023. Esta é a época quando se cultiva diversas culturas como milho, batata doce, mandioca, macaxeira e soja. Graças ao planejamento que o município faz a cada ano, os insumos ficam à pronta disposição no tempo correto para os pequenos agricultores.

A distribuição dos insumos é feita pela Secretaria Municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas (SMAAI). De acordo com o secretário da pasta, Guilherme Adjuto, além do calcário, que foi antecipado no segundo semestre de 2022, agora são entregues NPK, cloreto, ureia, fósforo e sementes de milho.

“Além desses insumos, também damos o apoio com máquinas e implementos para que esse pequeno agricultor consiga fazer o plantio em tempo hábil para a safra 2023. É a prefeitura dando condição para quem está no campo, produzir e ampliar gradativamente sua produção ao longo dos anos”, disse o secretário.

Os insumos são retirados do galpão no Centro de Difusão Tecnológica (CDT), localizado no Bom Intento, zona rural de Boa Vista. O produtor José da Conceição, de 61 anos, faz parte do PMDA há três anos no PA Nova Amazônia 1, região do Truaru, onde produz milho, melancia, macaxeira, mamão, abóbora, maxixe e quiabo. Ele já garantiu duas toneladas de fertilizantes necessários para o plantio desse ano.

“Através do PMDA, a prefeitura abriu as portas para nós, pequenos produtores, porque antes não tínhamos condições de comprar os insumos. Nossa produção era pouca, mas com os incentivos desse plano municipal, produzimos mais e temos melhores condições de trabalhar. Tudo graças a esse trabalho da prefeitura, que dá essa ajuda para a gente”, afirmou o produtor.

A Cooperativa Agropecuária dos Cinco Polos (Coopercinco), faz a entrega para os cooperados, principalmente da região do Murupu. Ela existe há 17 anos no Estado e hoje reúne mais de 600 agricultores de Boa Vista que produzem diversas culturas, muitas delas, enviadas para os programas sociais, como a merenda escolar.

O engenheiro agrônomo da cooperativa, Daniel Ferreira Félix, afirma que sem o apoio do PMDA hoje, boa parte dos produtores não conseguiria plantar, principalmente pela alta do preço dos insumos.

“Os produtores também recebem o aporte dos maquinários, incluindo trator, plantadeira e grade niveladora, além da Patrulha Mecanizada que a prefeitura sempre ‘dá um grau’ na estrada. Acredito que se não fosse a prefeitura, os produtores não teriam este volume de produção que tem hoje”, destacou o engenheiro.

Conheça o PMDA – Lançado em 2018, a proposta do programa é oferecer condições seguras aos produtores com aplicação de tecnologia moderna, de forma a garantir o melhor desempenho produtivo nas lavouras. O PMDA contribui para que os produtores se tornem autossustentáveis e possam ampliar sua área de plantio, gerando riquezas e melhorando sua qualidade de vida.

Dados – Somente em 2022 ele atendeu 339 famílias em 468 hectares plantados, além de incorporação de calcário em outros 248 hectares onde já foram investidos mais de R$ 6,2 milhões em insumos como calcário, fertilizantes e sementes, além de quase R$ 3 milhões em máquinas e implementos agrícolas.

Benefícios – Os agricultores recebem todos os insumos e assistência técnica necessária para trabalhar nas lavouras e ainda têm prazo estendido para quitar seu custeio com a prefeitura, além de terem 50% de subsídio como incentivo de produção.

Fonte: Prefeitura de Boa Vista

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem