Main Ad

Paciente com problemas no pulmão denuncia atendimento em hospital estadual

Clínica Especializada Coronel Mota – Foto: Gabriel Cavalcante


O paciente Richardson Tanaka, de 38 anos, denunciou para a Rádio 93 FM nesta quarta-feira (12) a péssima qualidade de atendimento na Clínica Hospital Coronel Mota. Ele sofre com problema no pulmão.

De acordo com o paciente, ele mora no município de Normandia e tinha um exame agendado de espirometria para essa quarta-feira. Esse exame mede a quantidade de ar que uma pessoa é capaz de inspirar ou expirar.

No entanto, segundo Richardson, a médica responsável pelo exame entrou em contato e pediu que ele fosse um dia antes.

“A especialista que faz o exame de espirometria me ligou pedindo se eu poderia ir dia 11 porque ela teria que viajar dia 12. Quando eu cheguei lá, ela não estava. Perguntei da enfermeira o que poderia fazer. Ela disse ‘moço ela saiu para resolver umas questão dela pessoal e não tem horário para voltar e tenho cinco paciente aqui esperando também, mas ela já mandou cancelar”, disse.

Nesse sentido, ele recebeu a orientação por uma atendente do hospital a retornar na data que estava marcada inicialmente. Contudo, novamente o paciente deu viagem perdida.

“Eu fui hoje (quarta-feira) às 8h horas e a especialista mais uma vez não estava por questões pessoais. Ou seja, eu deixei de fazer o exame na segunda-feira que ela tinha me ligado para eu ir. Só tem uma pessoa no Coronel Mota que realiza esse exame. Eu vim do interior e fiquei sem fazer a minha consulta e o meu tratamento“, relatou.

Dessa forma, Richardson afirma que o sentimento é de revolta. Sem os exames para apresentar ao médico, ele perderá a consulta.

“É revoltante porque amanhã é minha consulta com o médico. Não vou levar meus exames, não tenho nada para levar. Aí vai ser mais 30 dias para outra consulta e não sei quando eu vou poder fazer esses exames de novo. O hospital que nem o Coronel Mota que todo dia atende para mais de 200 pessoas não ter um profissional para poder realizar esse exame. Isso é um absurdo“. finalizou.


Citado

Em nota, a Secretaria da Saúde de Roraima (Sesau), disse que averiguou a denúncia junto a Clínica Médica Especializada Coronel Mota e, segundo a direção Geral da unidade, houve a necessidade de reagendamento somente das consultas de espirometria desta quarta-feira (12), em razão da profissional responsável ter se submetido a um procedimento invasivo.

A unidade informou ainda que o serviço estava sendo realizado normalmente na terça-feira (11), e que os pacientes reagendados serão atendidos normalmente nesta quinta-feira (13).

Por outro lado, o paciente informou posteriormente que haviam ligado para ele, para remarcar o exame para o início do mês de maio.

Fonte: RR em Tempo

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem