Main Ad

HOSPITAL DA CRIANÇA - Após obra de adequação no Trauma, UTI receberá 13 novos leitos




Após o Trauma do Hospital da Criança Santo Antônio (HCSA) passar por obra de adequação, chegou a vez da Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Atualmente, o setor que possui 15 leitos, terá um total de 28 vagas disponíveis para atendimento infantil de alta complexidade, após reforma. A ampliação se iniciou nesta segunda-feira, 10, e deve ser concluída em 20 dias.

Há duas semanas, a obra de adequação do Trauma foi concluída e o setor, responsável por receber crianças em situações críticas, teve a capacidade de leitos dobrados. De acordo com a diretora geral do HCSA, Francinete Rodrigues, a demanda da unidade tem aumentado e a gestão municipal busca alternativas para suprir a demanda, como é o caso da UTI que estava lotada nas últimas semanas.

“Começamos a adequação da UTI e nesta obra serão implementados mais 13 novos leitos. Até semana passada, estávamos trabalhando com o setor lotado. Com a ampliação dos leitos, iremos trabalhar de forma mais tranquila com as crianças que precisam de atendimentos, pois o período sazonal está próximo e a demanda do hospital deve aumentar de forma significativa. Logo, estamos nos preparando para esse impacto”.

Investimentos e recursos: Diante da demanda que aumenta de forma desproporcional, o prefeito Arthur Henrique tem articulado em Brasília a busca por investimentos e recursos para ampliar os serviços ofertados no HCSA. Inclusive, foi publicada uma portaria em que o Ministério da Saúde estabeleceu recurso anual de R$ 5.026.050,00 para fortalecer os atendimentos na unidade hospitalar infantil.

Na terça-feira, 11, o Hospital da Criança Santo Antônio recebeu reforço de 33 profissionais enviados pelo Governo Federal. A equipe irá atuar no processo de reestruturação da unidade hospitalar e é composta por profissionais como médicos especialistas, clínico geral, enfermeiros, fisioterapeutas, farmacêuticos e assistentes administrativos.

A ação de fortalecimento da Rede Municipal do SUS em Boa Vista é comporta por dois movimentos, são eles: doação de equipamentos hospitalares e envio de 19 profissionais da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) e implantação do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI).

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem