Main Ad

Prefeito Arthur firma parceria com Ministério da Ciência para desenvolver projeto de tecnologia em Boa Vista


O prefeito de Boa Vista, Arthur Henrique (MDB), firmou parceria para desenvolver na capital o projeto “Residência em TIC”, que busca fomentar o aprendizado em tecnologia para jovens, universitários e técnicos, visando a geração de emprego e renda. 

O projeto é apoiado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, com recursos da Lei da Informática (Lei nº 8.248, de 23 de outubro de 1991), sob a coordenação da SOFTEX – Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro. 

“O projeto está alinhado com a política estratégica do prefeito Arthur de fomentar a tecnologia e o empreendedorismo no município. Durante o ano foram feitas visitas junto ao MCTI, buscando incentivos nesse sentido e a proposta é montarmos o edital desse projeto no mês de novembro. E em dezembro, o processo seletivo dos alunos. Já em meados de janeiro de 2023, as aulas devem se iniciar”, afirmou Jadir Lima, secretário municipal de Tecnologia e Inclusão Digital (SMTI).

A articulação será através da SMTI, sob a coordenação da BRISA, instituição de ciência e tecnologia sem fins lucrativos, credenciada pelo MCTI para desenvolver projeto de pesquisa, desenvolvimento e inovação. Além disso, foca no desenvolvimento de habilidades técnicas em computação e atitudes comportamentais exigidas no mercado de trabalho moderno, como o autodesenvolvimento profissional.

Segundo o diretor de pesquisa e desenvolvimento da BRISA, Vicente Landim, foram escolhidos cinco locais para desenvolver esse projeto, sendo que da região Norte, Boa Vista foi a cidade selecionada com a ideia de formar recursos humanos para desenvolver soluções com novas tecnologias, de acordo com a necessidade da região.

“Estamos no mercado há mais de 30 anos, desenvolvendo projetos da Lei de Informática, onde as empresas que produzem no Brasil têm crédito fiscal, que o governo pode aplicar nos programas prioritários. O projeto “Residência em TIC” acontece por meio dos recursos desses programas”, destacou o diretor de pesquisa e desenvolvimento. 


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem