Main Ad

Arthur Henrique anuncia primeiro concurso público de sua gestão como prefeito

Serão abertas 771 vagas para os cargos de professor pedagogo, professor de Educação Física e arte-educador


A educação de Boa Vista em breve ganhará reforço com o mais novo concurso público para a área, anunciado nesta sexta-feira, 4, pelo prefeito Arthur Henrique, o primeiro da atual gestão. O edital será lançado oficialmente na próxima segunda-feira, 7, sendo abertas 771 vagas para os cargos de professor pedagogo, professor de Educação Física e arte-educador.

As vagas serão distribuídas da seguinte forma: Professor pedagogo: 700 vagas; Arte Educador: 56 vagas e Professor de Educação Física: 15 vagas. Segundo o prefeito, a posse de novos professores representa uma estratégia para a implementação da Nova Política da Educação Especial no município, resultando na redução da carga horária dos cuidadores escolares.

“Com esse concurso, a gente vai poder atender uma demanda muito importante da Educação Especial. Nós vamos implantar definitivamente a função do Professor Mediador, que vai apoiar pedagogicamente as crianças com deficiência em sala de aula, o que vai permitir a redução da carga horária dos cuidadores para as 30 horas semanais”, disse Arthur.

A Educação Especial em Boa Vista – Atualmente, 1.553 alunos da educação especial são atendidos nas escolas da prefeitura. A rede municipal de Boa Vista oferece vagas para alunos com deficiência em todas as escolas e ainda garante a matrícula destes nas escolas mais próximas de suas casas, conforme a Lei Municipal nº 1.578, de 29 de julho de 2014.

Além disso, os estudantes com deficiência contam com Atendimento Educacional Especializado (AEE), serviço da educação especial onde são atendidas crianças no contraturno escolar nas salas de recursos multifuncionais. Esta medida integra a proposta pedagógica que envolve a participação da família, garantindo pleno acesso e participação dos alunos, conforme previsto na Lei 7.611/2011.

Outra ação importante do município são as Salas de Recursos Multifuncionais, presente em 61 escolas municipais. Em outubro, cerca de 300 professores do município concluíram em outubro o Curso Incluir, com a temática “Autismo: A importância e os desafios do acompanhamento escolar”.

A rede conta ainda com 22 professores de Libras que atendem 27 alunos surdos na sala de aula. Para estes alunos, a linguagem de sinais é ensinada como primeira língua e a Portuguesa como segunda língua na modalidade escrita, em parceria com o professor da sala comum.

Neste ano de 2022, foi implantado o Projeto de Escolas Polos para atender os alunos surdos. Atualmente, quatro escolas atuam com a Educação Bilíngue: Escola Newton Tavares (Calungá), Ana Sandra (Cidade Satélite), Emília Rios (Cidade Satélite) e Luiz Canará (Senador Hélio Campos).


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem