Main Ad

Homem que estuprou morador de rua é indiciado por quatro homicídios

 

Foto: Reprodução/Redes Sociais

A Justiça de Roraima manteve a prisão preventiva solicitada pela Polícia Civil de Roraima em desfavor do venezuelano de 27 anos, suspeito de matar no último domingo (14), o morador de rua Antônio Francisco Memória de Carvalho, de 48 anos, e de estuprar a vítima. O crime foi registrado por câmeras de segurança.

Além desta vítima, o homem, que teve apenas as iniciais D.E.F.R divulgadas pela Polícia, responderá por outros três assassinatos e por uma tentativa de homicídio.

De acordo com informações prestadas pela delegada Luciana Kulay, que conduziu a procedimento na DGH, o caso estava sendo investigado pela Delegacia Especializada, para identificar a autoria e motivação dos crimes.

Conforme a delegada, no domingo, (14), por volta das 2h, o morador de rua foi agredido violentamente por D. E. F. R., e ainda teria sofrido a violência sexual. Em seguida, por volta das 3h, o acusado atacou de forma brutal uma segunda vítima, W.F., e supostamente também o estuprou. O crime foi registrado por câmeras de segurança do local.

“Na segunda-feira, (15), a Polícia Militar após várias diligências conseguiu identificar e localizar o acusado e o conduziu até a Central de Flagrantes. A Delegada plantonista, Miriam Di Manso, diante dos fatos, e da violência com que o crime foi praticado, representou pela prisão preventiva do acusado, tendo em vista que não caberia mais uma prisão em flagrante. E o judiciário de forma célere, deferiu o mandado”, disse a delegada.

Ainda segundo a delegada, a outra vítima compareceu à delegacia Especializada, prestou depoimento e reconheceu o suspeito como a pessoa que o espancou, até desmaiar.

“Durante o interrogatório o acusado, que estava acompanhado de um advogado, negou que tivesse cometido os crimes, porém ao ser confrontado com imagens das câmeras de segurança que registraram toda ação, ele mesmo se reconheceu como a pessoa que aparece nas imagens registradas em vídeo”, relatou Luciana.

A delegada destacou que o suspeito foi indiciado pelos crimes de homicídio de Antônio Francisco Memória de Carvalho e tentativa de homicídio de W. F., com relação aos crimes de vilipêndio e estupro, somente após a conclusão dos laudos periciais é que ele poderá responder por estes crimes.

SOBRE O CRIME – Antônio Francisco Memória de Carvalho, 48 anos, foi morto no domingo, (14), em uma rua do bairro Santa Teresa, zona oeste da capital, por volta das 3h após ser violentamente agredido a pauladas e supostamente ter sido vítima de estupro.

Uma testemunha acionou a Polícia Militar e uma equipe do Corpo de bombeiros, mas a vítima já estava morta. Uma equipe da perícia e Delegacia Geral de Homicídios (DHG) esteve no local e deu início às investigações. Além dos crimes que o acusado cometeu no domingo, (14), ele também foi indiciado por matar outras três pessoas.


CRIMES SOLUCIONADOS – De acordo com a delegada Luciana Kulay, em abril de 2021, D. E. F. R., cometeu um duplo homicídio, ele matou José de Holanda da Costa Santos e Raimundo Nonato Xavier dos Santos, pai e filho.

Os dois corpos foram encontrados no Anel Viário em Boa Vista, próximo ao balneário conhecido como “Banho do Crocodilo”.

Na época as vítimas foram achadas por populares que estavam passando pelo local e informaram aos familiares que acionaram a polícia.

“O outro crime teve como vítima José Ambrósio, 53 anos. Ele foi encontrado morto no “Banho do Crocodilo”, próximo ao anel viário. Ele foi vítima de vários golpes, teve parte dos membros superiores decepados”, disse a delegada.

Luciana enfatizou que o infrator também negou que tenha cometido estes outros três assassinatos, mas no inquérito constam provas da autoria dos crimes.

De acordo com o diretor do DHPP (Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa), delegado Marcos Lázaro, a prisão de D. E. F. R., foi ponto positivo para a Polícia Civil, vez que as práticas criminosas dele são similares à caracterizada por “um serial killer”, além dos crimes cometidos, já esclarecidos, ele é suspeito de cometer outros homicídios.

“As suspeitas de que ele também tenha cometido esses outros crimes devido a forma violenta como age, tendo as mesmas características dos crimes já solucionados. Daremos continuidade às diligências e investigações para finalizar o procedimento e confirmar a autoria dos assassinatos”, concluiu o diretor.

Fonte: Roraima1

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem