Main Ad

BOA VISTA CONTRA A DENGUE - Prefeitura intensifica ações no combate à dengue na capital

 


A Prefeitura de Boa Vista vem reforçando em toda a cidade o combate ao Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. E por isso, o apoio da população é fundamental para eliminar os focos e criadouros do mosquito. As ações de rotina e estratégicas estão acontecendo diariamente. Mas para evitar a proliferação do mosquito, é preciso do trabalho de todos.

Uma dessas ações das equipes de vigilância epidemiológica e de endemias é o recolhimento mensal de cerca de 200 pneus usados, além de lixo doméstico descartados ilegalmente em terrenos baldios, nas margens de rodovias, estradas de chão e em outros locais da cidade. Além disso, os profissionais também fazem orientação aos donos de borracharias para manter os pneus em locais cobertos, evitando possíveis criadouros do mosquito.

Equipes de vigilância epidemiológica e de endemias do município, chegam a recolher por mês, cerca de 200 pneus usados

“Solicitamos que os proprietários ou responsáveis de terrenos baldios, procurem manter os locais limpos e cercados, para evitar que sejam utilizados para descarte de lixo doméstico, pneus ou outro tipo de material que possa contribuir com a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, evitando notificações e multas”, orientou o coordenador de vigilância e controle de doenças transmitidas por vetores, Washington Alves de Sousa.

Medidas – Quando os agentes encontram terrenos baldios em situação irregular, é feita a notificação e enviada ao órgão responsável, que é a Secretaria Municipal de Economia, Planejamento e Finanças, para as devidas providências.

Condomínios – A prefeitura alerta também os proprietários ou responsáveis de apartamentos, condomínios, vilas e outros imóveis alugados, para que realizem a visita semanal orientando inquilinos sobre o manejo adequado do lixo doméstico e materiais que possam se transformar em possíveis criadouros, e ainda sobre o descarte irregular de água de pias, lavatórios e chuveiros no quintal ou nas ruas.

Terrenos baldios em situação irregular, é feita a notificação e enviada ao órgão responsável para as devidas providências

“É preciso se atentar ainda para a questão das cisternas, fossas abertas e caixas de esgotos, mantendo-as sempre vedadas evitando a proliferação do Aedes Aegypti e doenças transmitidas por vetores. Solicitamos ainda, a colaboração da população para que abram as portas para os agentes realizarem o trabalho, todos estão devidamente uniformizados”, ressalta Washington Alves.

Dados – Em Boa Vista, de acordo com o Sinan, sistema do Ministério da Saúde foram notificados de janeiro até o momento 48 casos de dengue, destes 3 foram confirmados.

Ações - A Secretaria Municipal de Saúde tem fortalecido as ações de combate ao Aedes dentro do município, com visitas domiciliares durante a semana e fim de semana, com a finalidade de identificar e eliminar junto aos moradores, possíveis criadouros do mosquito, principalmente nos bairros onde foram classificados com alto índice de infestação; busca ativa de casos suspeitos; bloqueio vetorial nas residências e nos quarteirões ao redor das residências dos casos notificados; emissão de nota de alerta para as unidades de saúde, capacitações para profissionais que atuam na vigilância e controle da dengue, e outros.

Os sintomas da dengue são pouco específicos e podem ser confundidos com quadros de gripe ou Covid-19, entre os sintomas mais comuns destacam-se febre, dores musculares e nas articulações, dor de cabeça e atrás dos olhos , vermelhidão no corpo e coceira. 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem