Main Ad

UBSs contam com grupos de apoio para quem luta contra o tabagismo

Nos últimos dois anos, aproximadamente 3.172 pacientes receberam assistência da Prefeitura de Boa Vista

A Prefeitura de Boa Vista vem desenvolvendo um trabalho de sensibilização e apoio a quem luta contra o vício do cigarro e outros produtos que contenham tabaco.  Isso corre de forma gratuita nas unidades básicas de saúde. Nos últimos dois anos, aproximadamente 3.172 pacientes receberam assistência por meio dos grupos operativos de tabagismo, que promovem encontros com fumantes e ex-fumantes.

O médico Wagner Icassati é um dos profissionais que conduzem os encontros nas UBS. “Estamos nas unidades que possuem a maior demanda de pacientes nesta condição. No grupo são feitas palestras, terapia e também falamos sobre técnicas que auxiliam as pessoas a largarem o cigarro. Eles também contam com insumos fornecidos pelo SUS, como medicamentos”, explicou.

O servidor público Alcemir Sobrinho diz que deixar o tabagismo está sendo uma tarefa desafiadora. Dos 49 anos que tem de vida, 35 foram na companhia do cigarro. Após orientação de amigos, ele buscou ajuda para deixar o vício. Há seis meses entrou no grupo de apoio na Unidade Básica de Saúde Aygara Motta, no bairro Cidade Satélite, Zona Oeste da Capital.

“O grupo me recebeu muito bem. Há seis meses eu não fumo. Os profissionais são excelentes e tem me ajudado bastante. Também recebo a medicação específica de graça. Hoje, os meus colegas de trabalho e familiares dizem que mudei. Posso abraçar as pessoas tranquilamente e o meu netinho. Ele me chama de ‘vovô cheiroso’. Isso não tem preço. Sem falar que tenho mais qualidade de vida”, contou.

Onde buscar ajuda – Moradores de Boa Vista interessados em parar de fumar podem procurar as UBSs Aygara Mota (Cidade Satélite), Asa Branca, Santa Luzia ou Buritis, para iniciar o acompanhamento. Vale ressaltar que embora exista o tratamento medicamentoso, é fundamental o usuário estar disposto a parar de fumar, o sucesso do tratamento depende da disposição do usuário para superar o vício.

A Secretaria Municipal de Saúde reforça que o uso contínuo do cigarro e dispositivos eletrônicos têm um impacto negativo na saúde e pode acarretar uma série de problemas e doenças, tanto para o usuário quanto para as pessoas que fazem parte do seu convívio social.

Fonte: Prefeitura BV

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem