Main Ad

Após referendo, Maduro determina criação de estado na Guiana

Maduro determinou à Assembleia Nacional que inicie o debate e aprove a lei para criação da Guiana Essequiba, no território que está sendo disputado - Foto: Reprodução/X

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, determinou a criação de um estado na Guiana durante um Conselho Federal de Governo (CFG), em Caracas. Em referendo realizado neste domingo (3), os venezuelanos votaram a favor da anexação do território de Essequibo.

Maduro determinou à Assembleia Nacional que inicie o debate e aprove a lei para criação da Guiana Essequiba, no território que está sendo disputado. O presidente nomeou o general do Exército Alexis Rodríguez Cabello como autoridade única para o território.

Além disso, Nicolás Maduro ordenou a publicação de um novo mapa da Venezuela para distribuição em todas as escolas. O presidente também autorizou a criação de um Plano de Atenção Social à população local, que incluirá um censo, a concessão de nacionalidade venezuelana e entrega de identidades à população dessa região.

Essequibo

No último domingo (3), eleitores venezuelanos aprovaram a transformação do território de Essequibo em um estado da Venezuela. A região pertence oficialmente à Guiana desde 1899, mas é reivindicada pela nação vizinha.

Conforme o Conselho Nacional Eleitoral (CNE) venezuelano, 10,5 milhões de eleitores participaram do referendo. Exatamente 95,93% aceitaram incorporar oficialmente Essequibo ao mapa do país e conceder cidadania e documento de identidade aos mais de 120 mil guianenses que vivem no território. Apenas 4,07% discordaram da proposta.

Essa foi a última das cinco perguntas feitas pelo referendo nacional. Nenhuma delas, de acordo com o CNE, teve menos de 95% de aprovação.

Fonte: RR em Tempo

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem