Main Ad

Acusado de compra de votos, conselheiro tutelar eleito tem candidatura impugnada

Segundo o MPRR. o acusado teria prometido dinheiro em troca de votos, em um grupo de Whatsaap

Após recomendação do Ministério Público de Roraima (MPRR), a Justiça de Roraima impugnou a candidatura do conselheiro tutelar eleito por Boa Vista, Júnior Fratelle. A informação foi publicada no Diário Oficial do Município (DOM) desta terça-feira, 12.

Assinada no dia 7 de dezembro, a decisão foi emitida após recomendação feita no último dia 4, por meio da Promotoria de Justiça da Infância e da Juventude. Após investigações, foi constatado que o então candidato prometeu, em conversas num grupo de aplicativo de mensagens, pagamento em dinheiro em troca de votos. 

Em sua defesa, Júnior Fratelle afirmou que recebeu "com surpresa" a notícia de sua impugnação, mas ressaltou que provará na justiça sua inocência.



Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem