Main Ad

Presidente eleito da Argentina, Javier Milei, confirma itinerário de viagens; Brasil ficará de fora

Foto: Arquivo Pessoal/Redes Sociais

O presidente eleito da Argentina, Javier Milei, delineou seu itinerário de viagem antes mesmo de assumir o cargo, programado para 10 de dezembro. Em uma entrevista à rádio local Mitre, o líder de direita revelou planos de visitar Miami e Nova York, nos Estados Unidos, e, em seguida, seguirá para a capital israelense, Tel Aviv.

O convite do presidente uruguaio, o líder de direita Luis Lacalle Pou, para um encontro no país vizinho foi prontamente aceito por Milei. O futuro presidente expressou a intenção de resolver as relações entre os dois países de maneira descontraída, sugerindo um churrasco, evidenciando a afinidade entre os líderes.

O presidente paraguaio, Santiago Peña, também estendeu um convite a Milei para visitar o Paraguai antes de sua posse em 10 de dezembro. Durante a conversa, celebraram a expressiva vitória eleitoral do argentino.

O porta-voz de Peña descreveu o diálogo como afetuoso, destacando o amplo conhecimento de Milei sobre a agenda bilateral. Ambos compartilham princípios econômicos, como defensores das liberdades individuais, conservadorismo e um Estado mínimo, sem a opressão estatal na vida da população.

Além de Estados Unidos e Israel, Uruguai e Paraguai devem receber a visita de Javier antes mesmo da cerimônia de posse.

Notavelmente ausente nessa primeira rodada de viagens está o Brasil. Anteriormente, a prioridade era dada devido ao alinhamento esquerdista entre as lideranças. Agora, com o país sob a administração de Lula, o Brasil fica fora desse giro diplomático de significativo peso simbólico.

Fonte: Conexão Política

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem