Roraima apresenta crescente apreensão de armas ilegais em 2023 e 2024

Em 2023, Roraima registrou 285 apreensões, um aumento de 61,9% em comparação a 2022. No ano anterior, as forças federais retiraram 176 armas de circulação (Foto: Ascom/PRF-RR)


Órgãos federais de segurança em Roraima apreenderam 327 armas de fogo ilegais desde o início do governo Lula. As ações ocorreram entre janeiro de 2023 e abril deste ano.

A Polícia Federal (PF), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP) realizaram as apreensões.

Em 2023, Roraima registrou 285 apreensões, um aumento de 61,9% em comparação a 2022. No ano anterior, as forças federais retiraram 176 armas de circulação.

Rodney Silva, diretor de Operações Integradas e de Inteligência da SENASP (DIOP/SENASP) , explicou o motivo do aumento.

Silva destacou que o crescimento das apreensões em 2023 e 2024 se deve à intensificação da fiscalização e das ações operacionais da PF e da PRF. Além disso, polícias militares e civis estaduais também contribuíram.

Essas iniciativas visam aumentar a segurança pública no estado, combatendo a posse ilegal de armas de fogo.

“O foco tem sido a prevenção das ocorrências de crimes mais graves, como mortes violentas intencionais, crimes passionais e o crime organizado, que se aproveita desse comércio ilegal de armas e, consequentemente, fortalece o tráfico de drogas, o tráfico de armas propriamente dito, tomadas de cidade e outros crimes violentos”, DISSE Rodney Silva, diretor de Operações Integradas e de Inteligência da SENASP.

FONTE: PORTAL NORTE

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem