RADAR - Acusado de posse ilegal de armas, piloto é preso durante operação conjunta em Roraima

A ação visa combater uma organização criminosa envolvida em tráfico de drogas, tráfico de armas e lavagem de dinheiro (foto: Divulgação/PCRR)

Em apoio à Polícia Civil de São Paulo, a Polícia Civil de Roraima deflagrou nas primeiras horas da manhã desta terça-feira, 18, em a “Operação Radar”. A ação, que visa combater uma organização criminosa envolvida em tráfico de drogas, tráfico de armas e lavagem de dinheiro, resultou na prisão em flagrante do piloto T. A. D., de 40 anos, por posse ilegal de armas com numeração suprimida

A operação Radar foi coordenada pelo delegado Marcus Albano e deflagrada pelas equipes da DRE (Delegacia de Repressão a Entorpecentes) e DENARC (Departamento de Narcóticos), visando cumprir dois mandados expedidos pela Justiça paulista, sendo um de prisão temporária e outro de busca e apreensão. A ação foi cumprida em Boa Vista e resultou na apreensão de 20 munições calibre .40 intactas, uma BMW S1000, uma Toyota Hilux SWSRXA4FD01, um jet ski, um Porsche Boxster, uma pistola Taurus PT 101 calibre .40 com numeração suprimida, além de notebooks, pen-drives, celulares, mídias eletrônicas e outros equipamentos de informática.

Contra o piloto T. A. D., foi cumprido o mandado de prisão temporário. Durante a abordagem em sua residência, no bairro Paraviana, os policiais apreenderam uma arma com a numeração suprimida, o que resultou em sua prisão em flagrante pelo crime de posse ilegal de armas.

Ele foi encaminhado à sede da DRE, onde foi lavrado um APF (Auto de Prisão em Flagrante) pelo crime e será apresentado amanhã, dia 19, na Audiência de Custódia. A Polícia Civil de São Paulo foi comunicada sobre o resultado da ação e todo o material apreendido ficará à disposição da Justiça Paulista.

FONTE: PCRR

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem