Main Ad

PMRR apreende 300 quilos de skunk no município de Mucajaí

Volume foi encontrado em uma área de mata próxima de um avião que pousou em uma fazenda na região da Vila Samaúma (Fotos: Divulgação/PMRR)


A PMRR (Polícia Militar de Roraima) apreendeu na noite desta terça-feira, 7, cerca de 300 quilos de uma substância ilícita que aparenta ser skunk. O volume foi encontrado em uma área de mata próxima de um avião que pousou em uma fazenda na região da Vila Samaúma, no município de Mucajaí.

A equipe do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais da Polícia Militar de Roraima), que acompanhou o caso, foi acionada via Ciops (Centro Integrado de Operações de Segurança Pública) por volta das 20h e, ao chegar no local, foi informada pelo caseiro da propriedade que, por volta das 17h, a aeronave fez um pouso de emergência após aparentemente ter tido uma pane. Durante o pouso, uma asa da aeronave foi danificada.

Primeiramente, as três guarnições responsáveis pela ocorrência realizaram uma varredura no avião de pequeno porte, modelo CVA ABUL – 00485 e prefixo PU-AUB, onde não foi encontrado sinal de drogas. Na aeronave, foram encontrados somente os documentos de um operador do veículo.

Ao fazer a varredura em um raio de distância de 1 km, a equipe encontrou, em uma área de buritizal, dez grandes volumes da substância que aparentava ser o entorpecente, também conhecida como skunk ou supermaconha. O material foi encaminhado para a superintendência da PF (Polícia Federal), onde foram realizadas a conferência e a pesagem dos itens.

O oficial de 2ª malha da PMRR, tenente Hermes Feijó, que esteve à frente da ocorrência, explica que sempre que há ocorrências do tipo, a corporação realiza o acompanhamento para entender a situação e realizar os trabalhos necessários.

“Desta vez, fomos fazer a averiguação, conseguimos detectar, encontrar e apreender a droga. Mas nem sempre temos essa sorte, porque a mobilidade desse pessoal é muito grande. Também existe a dificuldade do local, pois o acesso em alguns pontos desse trecho é bem difícil. Conseguimos chegar e agora aguardamos a Polícia Federal para fazer o resgate da aeronave”, destacou.

A aeronave foi mantida na fazenda para recolhimento a ser realizado pela PF. Entretanto, para evitar possível resgate do veículo, foram retirados o inversor de polaridade e a caixa preta.

FONTE: RORAIMA EM FOCO

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem