Main Ad

Mais de 200 casos de queimadas são registrados só em janeiro de 2024 em RR

Incêndio no bairro Laura Moreira - Foto: Reprodução/Redes Sociais

O período seco e sem chuva é propício para o aumento de queimadas. Dados do Corpo de Bombeiros Militar de Roraima (CBM-RR) mostram que só em janeiro deste ano foram contabilizadas 221 ocorrências de incêndios em Roraima.

O número representa um aumento de 123.23% em relação a janeiro do ano passado, quando foram registrados 99 casos. Este foi o mesmo número de focos contabilizados em 2022.

Segundo o major do Corpo de Bombeiros de Roraima, Mário Terra Leite, a previsão é que a estiagem aumente nos próximos meses.

“A seca se intensificou nesse ano agora em janeiro. Pelas previsões, fevereiro, março a gente vai sofrer muito com a estiagem” destacou o major.


Queimadas atingiram o principal ponto turístico de Roraima

Queimada na Serra do Tepequém – Foto: Reprodução/Redes Sociais

Na semana passada, imagens que circulam nas redes sociais assustaram os moradores da região do município de Amajari, ao Norte de Roraima.

O principal ponto turístico do estado, a Serra do Tepequém, estava em chamas.

O CBM-RR conteve o fogo, mas é fundamental que a população se conscientize para evitar as queimadas.

“A gente precisa realmente do apoio da população. É estritamente perigoso utilizar fogo nessa época, ou seja, é um crime ambiental, tanto que na capital e no interior a gente está enviando os relatórios para as prefeituras, para o meio ambiente, Femarh e para o Ministério Público para que sejam apurados esses incêndios”, destacou o major.

Além do risco ambiental a curto e longo prazo, as queimadas geram riscos à saúde humana, causando doenças respiratórias.

Fonte: Portal Norte

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem