Main Ad

ALTO ALEGRE - TSE nega recurso e mantém perda de mandato de prefeito acusado de compra de votos

A Corte também confirmou a inelegibilidade de Pedro Henrique Machado e da vice-prefeita, Simone Elisabete Friedrich, por oito anos - Foto: Arquivo Pessoal

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou nesta quinta-feira (8) recurso apresentado pelo prefeito de Alto Alegre (RR), Pedro Henrique Wanderley Machado, e pela vice-prefeita, Simone Elisabete Friedrich, e manteve a cassação dos dois por compra de votos nas eleições de 2020. A Corte também confirmou a inelegibilidade de ambos por oito anos.

Acusados de distribuir cestas básicas em troca de votos, os dois tinham perdido os mandatos em decisão do Tribunal Regional Eleitoral de Roraima (TRE-RR).

Votaram pela cassação todos os sete ministros presentes na sessão do TSE: Alexandre de Moraes (presidente), Cármen Lúcia, Nunes Marques, Benedito Gonçalves, Raul Araújo, Floriano de Azevedo Marques e André Ramos Tavares.

Fonte: g1 Roraima

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem