Main Ad

Polícia Federal resgata 33 venezuelanos vítimas de trabalho análogo à escravidão

Foto: PF Divulgação

A Polícia Federal (PF), em conjunto com a Defensoria Pública da União e o Ministério Público do Trabalho, realizou nesta terça-feira (19) ação de fiscalização em um abrigo de Pacaraima, interior de Roraima. Houve denúncias que migrantes venezuelanos eram vítimas de trabalho análogo à escravidão.

No local, a equipe identificou a situação de exploração dos estrangeiros, os quais se encontravam em processo de entrada no território nacional. Eles pagavam R$ 100 por mês para ficar no local e eram forçados a trabalhar para o próprio abrigo.

Os migrantes só poderiam sair com autorização dos proprietários. Além disso, conforme a denúncia, havia proibição de trabalhar em outros lugares, tinham parte dos documentos retidos e recebiam ameaças.

Assim, de acordo com a Polícia Federal, o abrigo estaria vinculado a uma instituição religiosa. A denúncia também diz que os migrantes tinham a obrigação de participar das atividades. Por fim, a equipe prendeu uma pessoa em flagrante por posse ilegal de arma. Os proprietários do estabelecimento não estavam no local.

Fonte: RR em Tempo

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem