Main Ad

Diamantes apreendidos com empresário em Manaus são de garimpo ilegal no Tepequém

Diamantes apreendidos — Foto: Erlon Rodrigues/PC-AM


Os diamantes apreendidos com o empresário Rodrigo Ferreira de Queiroz, 47, nessa terça-feira (14) em Manaus são de garimpo ilegal na Serra do Tepequém, no Amajari. As pedras foram apreendidas pela Polícia Civil do Amazonas e foram avaliadas em R$ 1 milhão.

Rodrigo foi preso após denúncia anônima de que ele estava oferecendo os diamantes em aplicativos de mensagem, de acordo com o delegado Ericsson Tavares, titular do 6° Distrito Integrado de Polícia (DIP). O g1 tenta contato com a defesa do empresário.

"Fizemos a diligência em uma oficina de sua propriedade. Quando ele nos viu, tentou fugir por uma passagem secreta em seu escritório, para se livrar dos diamantes. Ele não obteve êxito e, ao ser questionado, alegou ser apenas o intermediário dos diamantes", disse.

Ele confessou que o diamante era do garimpo da serra do Tepequém, no município de Amajari. Tepequém é a principal região turística de Roraima e foi alvo de garimpo de diamante na década de 30.

Rodrigo deve responder por usurpação de bens da união. Ele passará por audiência de custódia e ficará a disposição da Justiça.

Fonte: G1 RR

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem