Main Ad

Justiça de RR arquiva processo de organização criminosa e obstrução de justiça de réus do caso Romano dos Anjos

Fachada TJRR-Foto: Arquivo/Roraima em Tempo
 

O Tribunal de Justiça de Roraima (TJRR) arquivou o processo que julgava como organização criminosa os réus do caso Romano dos Anjos.

A sentença assinada pela juíza Daniela Schirato, no dia 9 deste mês, aponta que o Ministério Público de Roraima (MPRR) apresentou elementos suficientes para o arquivamento do caso de origem na Operação Pulitzer.

“Em virtude da ausência de elementos de convicção aptos a fundamentar a continuidade da persecução penal, impõe-se o arquivamento do feito, no que tange aos delitos de organização criminosa majorada pelo emprego de arma de fogo e concurso de funcionário público”, cita trecho do documento.

Da mesma forma a juíza ainda disse que nos autos, também não é possível afirmar que o crime foi praticado por uma organização criminosa. “… os autos elementos a revelar autoria e materialidade dos crimes em apuração a ensejar uma possível demanda judicial, visto que não restou caracterizado o crime de organização criminosa".

Obstrução de justiça

Do mesmo modo, a juíza ainda determinou o arquivamento do crime de obstrução de justiça pelo motorista de Jalser Renier, o William Cati, bem como do policial militar Bruno Inforzato.

Por fim, todas as medidas cautelares sobre os investigados foram revogadas. Assim, a tornozeleira eletrônica dos réus vai ser retirada e os bens apreendidos serão devolvidos.

Fonte: Roraima em Tempo

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem