Main Ad

BOA VISTA JUNINA 2022 - Diversidade gastronômica é marca registrada do Maior Arraial da Amazônia


São mais de 200 espaços onde o público pode saborear o melhor da culinária regional, comidas típicas e lanches rápidos



É impossível viver o Maior Arraial da Amazônia sem se deliciar com a diversidade gastronômica preparada especialmente para a época. Depois de dois anos em formato live, a 22ª edição do Boa Vista Junina traz cerca de 200 espaços destinados à comercialização de alimentos típicos e regionais.

Na Praça de Alimentação, localizada em frente ao palco Velia Coutinho, o público encontra cerca de 20 barracas com vendas de alimentos em geral, como lanches, comidas típicas juninas e até comidas regionais. O professor Vinicius Tocantins marcou presença com a esposa e as duas filhas e apostou no tradicional churrasquinho.

Há, no entanto, quem procure o diferente. Foi o caso das irmãs Soranaia e Sorani Costa, que escolheram o quiosque da Cozinha Maranhense. “A gente olhou e pensou que seria uma boa experimentar. Comemos arroz de cuxá, camarão seco, vatapá e ainda tem bolo de tapioca. Tudo muito bom”, comentou Soranaia.

Em sua estreia no Boa Vista Junina, o proprietário, Golbery Marques, explicou que resolveu iniciar o empreendimento devido a quantidade de maranhenses que moram na capital. “Essas comidas aqui são as comidas que fazemos e comemos em casa. Muitas pessoas nos incentivaram e aqui estamos. Muito feliz de estar vivendo esse momento no Boa Vista Junina!”, disse.

A personal trainer, Leidiane Sarmento, também optou pelas comidas típicas juninas. “Já comi carne de sol e bolo de milho, mas ainda quero comer canjica. Tá tudo lindo, tudo muito bom. A Prefeitura tá de parabéns de novo!”, falou.

Mais 150 barracas secundárias estão na lateral da avenida Ene Garcez, na chamada Área Gastronômica, também para comercialização de comidas diversas, churros, sorvete, pizza, bebidas e mais. Na Praça das Águas, foram reservados outros cinco espaços para trailers Food Truck, trazendo opções com preparação de lanches rápidos, sanduíches, entre outros.

Além disso, foram destinadas 20 credenciais rotativas para pipoqueiros, e mais 30 para ambulantes que comercializam algodão-doce, balões, batata frita, bolos, entre outros.

Outro ponto imperdível é a Feirinha de Artesanato e Gastronomia da Fetec, instalada na praça Fábio Marques Paracat. Na feirinha, há 16 espaços para comercialização de alimentos e produtos diversificados, como artesanato, acessórios, bijuteria, brinquedos e afins, além de 15 espaços para brinquedos infláveis e 15 para cama elástica.

Geração de renda para os comerciantes

O Boa Vista Junina é um dos maiores eventos do estado de Roraima e, por isso, os comerciantes aproveitam para garantir uma renda extra durante as noites de arraial. Para a 22ª edição, foram beneficiados, diretamente, cerca de 300 famílias que vivem do comércio de alimentos, do artesanato, da oferta de diversão em brinquedos infláveis, pula-pula, pipoqueiros e ambulantes.

Fonte: Prefeitura BV

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem